Novo aparelho promete facilitar o controle da glicemia em diabéticos

0
34

Ystatille Freitas, especial para O Globo Online*

SÃO PAULO – Os pacientes que sofrem de diabetes e precisam monitorar diariamente suas taxas de glicose têm mais uma opção de aparelho para auxiliar no controle da doença. O Breeze 2, monitor inteligente para a medição da glicose no sangue, acaba de ser disponibilizado no Brasil pela Bayer. A nova tecnologia promete reduzir o índice de erros de leitura comuns a outros aparelhos, já que o paciente não vai precisar trocar as tiras reagentes e nem codificar o aparelho a cada leitura dos níveis glicêmicos.

O monitoramento das taxas de glicose no sangue é imprescindível para quem sofre tanto de diabetes tipo 1 como a de tipo 2. Segundo estudo publicado no Journal of Diabetes Science, 43% da população faz codificação incorreta em aparelhos de controle da doença. No Brasil, em pesquisa realizada com 6.701 pacientes de 10 cidades brasileiras, 75% não fazem o controle adequado da doença.

Antônio Cardone, chefe da divisa da Bayer Health Care na América Latina, explica porque a nova tecnologia vai facilitar a vida do paciente:

– Ele não vai mais precisar ficar controlando manualmente os chips. O aparelho já vem com uma cartela de 10 tiras reagentes que são trocadas automaticamente. A tecnologia avançada do “já codificado” permite que o paciente não necessite ficar codificando o aparelho a cada leitura da taxa de glicose no sangue – diz Cardone.

O endocrinologista Antônio Roberto Chacra, chefe da disciplina de Endocrinologia do Departamento de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) acredita que o aparelho pode ser útil no controle da diabetes.

– É uma evolução que com certeza vai beneficiar o tratamento de quem necessita fazer o controle constante dos níveis de glicose sanguínea. O paciente precisa de números exatos na medição de glicose e um simples erro nos resultados pode alterar a conduta em relação ao tratamento, como por exemplo, na dosagem de insulina a ser administrada. E o diabético só pode ter uma vida normal com o controle dos níveis glicêmicos – avalia Chacra.

O Breeze 2 já está sendo comercializado no mercado europeu há dois anos. O preço do aparelho sugerido ao mercado brasileiro é de até R$ 85. A cartela somente com as fitas reagentes custará no máximo R$ 82 e virá com 5 cartelas de 10 tiras. O equipamento apresenta os resultados dos níveis glicêmicos em 5 segundos e possui capacidade de armazenamento de 420 testes.

*Ystatille Freitas viajou a São Paulo a convite da Bayer