Bico de papagaio: que problema é esse?

0
39

Conhecida popularmente por bico de papagaio, a osteofitose é uma formação óssea anormal muito freqüente, produzida na proximidade das articulações das vértebras. O problema é responsável por dores fortes na região afetada e limitações de movimentos. Atinge, em sua maioria, pessoas acima de 50 anos.

“O bico de papagaio é uma formação óssea do organismo para absorver melhor a sobrecarga da articulação”, comenta o ortopedista Lafayette Lage. Segundo o médico, toda vez que uma articulação sofre sobrecarga por excesso de peso ou por má postura, a superfície articular aumenta para diminuir a pressão sobre o joelho, por exemplo.

Esse aumento resulta em uma formação óssea que, em exames de raio-X, se assemelha ao formato de um bico (daí o nome bico de papagaio). Essas articulações deformadas são o resultado de uma ausência completa da cartilagem que funciona como amortecedor entre os ossos. Com o tempo, isso gera más formações que podem ser visíveis ou palpáveis. “A presença de bico de papagaio significa a presença de uma artrose”, comenta Lage.

Segundo a especialista em quiropraxia Melina Borguetti, o bico de papagaio é o responsável por dores fortes e incômodo. “A deformação óssea pode reduzir os movimentos das articulações, gerar desequilíbrio na distribuição do peso e sobrecarga na coluna, deixando articulações, tendões e ligamentos sob tensão excessiva, causando muita dor”, comenta.

Sedentarismo, má postura, falta de cuidados com a coluna e sobrepeso são as causas mais comuns do bico de papagaio. No entanto, pessoas que sofreram fratura e ficaram com a articulação desalinhada são sérias candidatas a desenvolverem o problema. “Cuidar da postura é fundamental. Dormir de bruços, por exemplo, é errado e pode causar o bico de papagaio”, alerta Lage.

A osteofitose, que geralmente afeta pessoas com mais de 50 anos, se tratada corretamente e a tempo pode ter queda significativa nas dores e melhora na capacidade funcional e na qualidade de vida do paciente. “O tratamento pede uma readaptação postural, para que o quadro não avance e para que a pessoa não sinta mais dor. Mas não tem como recuperar a cartilagem perdida”, comenta Melina.

Possíveis causas do bico de papagaio:
– Falta de cuidados com a postura
– Fatores genéticos
– Má postura
– Sedentarismo
– Sobrepeso

Saiba prevenir:
– Evite ficar muito acima do seu peso ideal
– Exercite-se
– Mantenha uma postura adequada

Serviço:
Lafayette Lage – ortopedista
www.clinicalage.com.br

Terra