Alho

0
115

O alho apresenta em sua composição as vitaminas A, B1, B2,B6, C e minerais como cálcio, enxofre, iodo, magnésio, selênio, sódio e zinco. Trocando isso por benefícios, podemos dizer que, entre outras coisas, ele ajuda a combater gripes e resfriados, tem ação germicida, é anti-inflamatório potente, auxilia no controle da diabetes e melhora a qualidade de vida. Mas está longe de ser só isso. Apontado como um alimento funcional, o alho não pode faltar em um temperinho para dar mais sabor aos pratos. O que pouca gente sabe é que um dente de alho pode ter uma ação bastante diversificada no organismo, auxiliando em diversos pontos.

Para começar, ele é um super reforço para o sistema imunológico. “O alho apresenta a argina, um aminoácido que tem como principal função estimular o sistema imunológico. Além disso, possui altos teores de zinco e selênio, ambos metais antioxidantes, que auxiliam no fortalecimento das defesas do organismo”, pontua a nutricionista Daniela Castro. O alimento, ainda, impede muitas formas de infecções e limpa o muco dos pulmões, ajudando no tratamento de gripes e resfriados.
O alho também é excelente para a parte cardiovascular: previne doenças coronárias e circulatórias, diminui a coagulação sanguínea e a pressão arterial. “O consumo regular de alho reduz o nível do colesterol sérico total, evita a agregação plaquetária e possui atividade antioxidante, prevenindo arteriosclerose e outras doenças cardiovasculares”, analisa a especialista. Outra propriedade importante do alho dá conta de que ele ajuda a impedir a formação de células cancerígenas. “O benefício se dá graças a uma substância chamada alicina, um composto sulforoso que só se forma quando eles são triturados. A alicina previne a ativação das nitrosaminas, compostos químicos cancerígenos encontrados principalmente em embutidos da carne, como a linguiça”, esclarece Daniela. A alicina também é a responsável pelo forte odor do alho.
O alho é, ainda, rico em bioflavonoides, como a quercetina. De acordo com a nutricionista, estas são substâncias antioxidantes capazes de varrer os radicais livres das células combatendo assim o envelhecimento e doenças como Alzheimer e outras degenerativas. Daniela alerta que, apesar das diversas propriedades medicinais, o alho pode provocar efeitos tóxicos quando consumido em grande quantidade. “O excesso pode gerar manifestações clínicas como anemia, úlcera gástrica e alergia”, esclarece. O alimento também não é indicado, em nenhuma quantidade, em alguns casos. “Indica-se a suspensão de suplementos de alho para gestantes, nutrizes, crianças abaixo de quatro anos e nos períodos pré e pós-cirúrgicos, devido ao seu efeito antiplaquetário, aumentando assim o risco de sangramento”, observa a nutricionista.
Muita gente deixa de usufruir dos benefícios do alho por causa do cheiro desagradável. Mas para tudo na vida há jeito! Se o que te incomoda é o bafo de alho, Daniela dá algumas dicas. “Depois de comer, mastigue salsa ou qualquer planta que tenha clorofila, pois elas mantêm o hálito fresco. É indicado também beber um copo de leite ou de vinho”, ensina. Mas se o que te faz manter distância do alho é o cheiro que ele deixa nas mãos, a nutricionista explica que é só esfregá-las bem com sal grosso ou açúcar e depois lavar em água corrente. Fácil, não? A especialista ressalta que, por ter princípios ativos sensíveis ao calor, é mais interessante consumir o alho cru. “O alho em pó, por exemplo, pode não ter os mesmos efeitos devido ao processamento e secagem”, avalia.
No passado, o alho tinha um preço bem salgado aqui no Brasil. Hoje o panorama mudou e o alimento pode estar na mesa de todos, dando mais sabor aos pratos e, de quebra, contribuindo com a saúde. Quer começar hoje mesmo a incluir o alho de forma mais generosa na sua alimentação? Experimente a receita da nutricionista Daniela Castro e boa degustação!

Conserva de alho

Ingredientes:
250 gramas de alho
500 ml de azeite
Sal
Pimenta fresca
Alecrim
Folhas de louro

Modo de preparo:

Descasque o alho e coloque em água fria para não escurecer.
Em um vidro já escaldado com água fervente, coloque o sal a gosto.
Adicione azeite em uma quantidade superior a metade do vidro.
Retire a água do alho e acrescente-o ao azeite.
Acrescente o alecrim, a folha de louro e pimentinhas.
Depois de pronta, guarde a conserva por pelo menos duas semanas, antes de consumir.

fonte:http://br.mulher.yahoo.com/alho-saud-vel-e-acess-vel-183800128.html